5 formas de valorizar a arquitetura a partir da acústica

Há muito tempo a acústica e a arquitetura têm vivido vidas separadas, quase como inimigos. Mas está mais do que na hora da acústica e da arquitetura se juntarem e explorarem todo o potencial que essas duas áreas podem trazer a um projeto.


Foi exatamente por isso que fizemos esse artigo para te ajudar a enxergar como você pode se utilizar da acústica para atingir níveis de excelência nos seus projetos e criar projetos que vão muito além do visual!


#1 O Retail Design além do visual

Você provavelmente já ouviu falar em visual merchandising, mas com a acústica podemos ir muito além do simples aspecto visual e agregar experiências sonoras ao projeto. No visual merchandising as cores, móveis e layout do ambiente são todos pensados com o propósito de atrair mais clientes e fechar mais vendas [1].


Mas o visual merchandising por si só ainda é muito simplista e não integra sentidos como olfato e audição, que também podem ser decisivos na experiência de um cliente e, consequentemente, na decisão de compra.


Uma abordagem mais completa seria o Retail Design - que, por sinal, é o queridinho do momento em lojas físicas. No Retail Design a acústica tem um papel fundamental e pode ser a diferença entre um cliente permanecer ou não em um ambiente, o que pode ter impactos expressivos no faturamento da empresa.


Você provavelmente já entrou em uma loja que era visualmente impecável, mas o barulho, a dificuldade em se comunicar e a playlist do ambiente definitivamente não refletiam o propósito e o valor da marca.


Em grandes franquias de varejo até mesmo a playlist e os níveis de pressão sonora do ambiente são ajustados para criar uma experiência mais imersiva e que leve o cliente a permanecer mais tempo na loja e, consequentemente, comprar mais produtos!


Dominar conceitos da acústica no Retail Design e saber como aplicá-los no seu projeto pode não só ter um peso expressivo no sucesso do empreendimento como também impulsionar a sua carreira na área!


#2 Transforme restaurantes em ambientes de experiências multissensoriais

Restaurantes são um dos estabelecimentos que mais se beneficiam de um projeto acústico. A nossa cultura utiliza-se muito da música ao vivo em bares e restaurantes para criar formas de entretenimento e chamar novos clientes em busca de um happy hour um pouco mais descontraído.


De forma paralela a isso, a legislação tem pressionado bares e restaurantes a investir em soluções para o isolamento acústico, o que tem também impulsionado arquitetos a procurar soluções que se integrem facilmente aos seus projetos.


Mas o projeto acústico de um restaurante não se resume às relações entre o restaurante e as suas vizinhanças. O projeto acústico pode também contribuir para o faturamento da empresa! Franquias como o Outback investem em projetos acústicos para criar experiências que façam as pessoas permanecerem mais tempo no ambiente e para justificar, através da experiência, o alto valor agregado dos seus pratos.


A comida desses ambientes está muito longe de ser a principal motivação da visita de um cliente. Toda a experiência é muito bem desenvolvida para trazer satisfação do início ao fim. Levando em conta aspectos como iluminação, atendimento, privacidade, ruído de fundo e etc.


Se você quer entender um pouco mais da relação da acústica com restaurantes você pode ler um artigo nosso feito todo sobre esse assunto clicando aqui.


Os arquitetos que entendem essa relação entre a acústica e os restaurantes podem não só ajudar clientes a terem mais sucesso como também criar ambientes que se tornem referência em conforto!


#3 Mescle o melhor da arquitetura com a funcionalidade acústica e crie escritórios que geram mais produtividade!