• Lucas C. L. Falcão

Pressão Sonora: o quão alto é um som?

Atualizado: 18 de Jul de 2019

No último texto sobre conceitos básicos conversamos sobre duas propriedades de uma onda sonora: amplitude e frequência. Hoje vamos nos aprofundar um pouco mais na amplitude e entender mais sobre pressão sonora.


O que é pressão sonora?

A pressão a que nos referimos aqui é aquela criada a partir do deslocamento de ar ocasionado por uma onda sonora. O som, ao se deslocar em um meio qualquer, movimenta as partículas de modo a gerar um comportamento ondulatório. Este comportamento causa a aproximação (aumento da pressão) e distanciamento (diminuição da pressão) simultaneamente em diferentes pontos [1]. As siglas mais usadas para designar nível de pressão sonora são: SPL, dB SPL ou dBA.


Embora a pressão sonora seja dada em Pascal - ou Pa - é mais comum usarmos a escala logarítmica (dB SPL ou dBA quando medido em um decibelímetro - ou sonômetro) para definir o nível de pressão sonora. Isto acontece porque o nosso ouvido não interpreta intensidade sonora de uma forma linear, e sim de forma logarítmica. Para termos uma ideia mais clara, 120 dBA corresponde aproximadamente ao volume do som em um show de rock, enquanto que 70 dBA corresponde aproximadamente ao volume de uma conversa em voz baixa em um ambiente silencioso [2]. Talvez agora você esteja se perguntando sobre o que é decibel e dBA, mas não se preocupe porque chegaremos neste assunto nos próximos posts. Na figura abaixo é possível ver o nível típico de pressão sonora em diversas situações e suas respectivas faixas de frequência.

Figura 1: Níveis de pressão sonora de diversas situações e suas respectivas frequências [2]

Por que medir?

A importância de se ter essa medida é bem clara: precisamos ter uma ideia do volume do som em um determinado local para saber o quanto isto nos afeta. Em ambientes industriais, por exemplo, longa exposição ao ruído de máquinas, sem a devida proteção, pode causar perda irreversível da audição, enquanto que outros efeitos mais sutis podem ser percebidos no nosso sono caso sejamos expostos a um ruído de uma rodovia durante o período noturno.


Na NBR 15.575, por exemplo, pressão sonora é usada como um indicador de insalubridade em ambientes industriais. Enquanto que na NBR 10.151 e 10.152 ela é utilizada para definir os limites do conforto acústico em áreas residenciais. Em outras palavras, utilizamos pressão sonora como um indicador do volume do som para que consigamos definir os limites e as situações que estes limites devem ser respeitados.


Espero que tenhamos conseguido passar um pouco mais sobre acústica para vocês e que continuem lendo nossos posts. Em breve voltaremos com mais informações e curiosidades sobre áudio e acústica!


Tem uma dúvida? Deixa aqui o seu comentário que nós responderemos assim que pudermos.


Gostou do que leu? Então siga a gente no Instagram e no Facebook e fique por dentro de mais novidades e dicas sobre #áudio e #acústica. Não se esqueça também de se inscrever na nossa newsletter para não perder os próximos artigos. Se você quer ter acesso aos nossos materiais exclusivos e gratuitos para download, basta clicar aqui.


Referências:

[1] LONG, Marshall. Architectural acoustics. Elsevier, 2005.


[2] JARUSZEWSKA, Karolina et al. ArAc-Multibook of Architectural Acoustics. Energy Procedia, v. 78, p. 8-12, 2015.

100 visualizações
 

©2018 by Concepcao Acústica

  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle